Recife, a “Veneza Brasileira”

Marisa Fonseca Diniz

1

Recife é a capital do estado de Pernambuco localizado na região nordeste do Brasil. Os portugueses chegaram à região no século XVI até então ocupada pelos indígenas tupi de caetés. O nome Recife surgiu da forma antiga do vocábulo Arrecife, que é originário do árabe ar-raçif, que significa calçada, caminho pavimentado, paredão. A cidade de Recife está intimamente ligada ao município de Olinda sendo referenciada como sendo um lugarejo de “Arrecife de navios” por ser habitada por pescadores.

A cidade permaneceu sobre domínio português até a independência do Brasil, sem contar o período em que ficou sob o domínio da ocupação holandesa de 1630 a 1654. Em 1630, a Companhia Holandesa das Índias Ocidentais invadiu a Capitania de Pernambuco, a maior colônia produtora de açúcar do mundo.  Recife foi a capital do Brasil Holandês durante 24 anos, tendo sido governada de 1637 a 1644 por Maurício de Nassau.

recife-antigo

Maurício de Nassau realizou uma política de tolerância religiosa entre católicos e calvinistas. Além de permitir a migração de judeus ao Recife e a criação da sinagoga Kahal Zur Israel, inaugurada em 1642 e considerada o primeiro templo judaico do continente americano.

Nassau era também um entusiasta da ciência e das artes, ao desembarcar no Brasil, trouxe uma plêiade de naturalistas e pintores, a fim de retratar e estudar o novo continente. Desembarcaram juntamente com Mauricio de Nassau os pintores Frans Post e Albert Eckhout, que retrataram as paisagens e os habitantes locais, além do médico Willem Piso e o naturalista Georg Marggraf, que estudaram a fauna e a flora, a farmacopeia local e as doenças tropicais.

O Recife é uma das capitais mais populosas do Brasil, e ocupa uma área de 218,435 quilômetros quadrados limitando-se com os municípios de Jaboatão dos Guararapes, São Lourenço da Mata, Camaragibe, Paulista e Olinda. A cidade está situada sobre a planície aluvional constituída por ilhas, penínsulas, alagados e manguezais que é composta pelos rios Beberibe, Capibaribe, Tejipió e braços do Jaboatão e do Pirapama.  A planície é circundada por colinas em arco que se estendem do norte ao sul, ou seja, de Olinda até Jaboatão.

centro_historico_de_olinda_-_pernambuco

O Recife é também conhecido como a “Veneza Brasileira” graças à semelhança fluvial com a cidade europeia de Veneza. Cercado por rios e cortado por pontes é cheio de ilhas e mangues. Na cidade acontece o encontro dos rios Beberibe e Capibaribe que deságuam no Oceano Atlântico.

recife_veneza

A cidade possui algumas áreas de Mata Atlântica, tais como o Parque Dois Irmãos que é o maior do município contendo um  jardim botânico, zoológico e reserva ambiental. O parque possui 384,42 hectares sendo 350,10 hectares de reserva ambiental.

O clima da cidade é tropical úmido típico do litoral leste nordestino com temperaturas médias superiores a 18ºC, o índice pluviométrico é superior a 2 400 milímetros anuais. A geomorfologia da cidade aliada à ocupação irregular da população demonstra uma crescente dificuldade de escoamento das águas da chuva, o que sobrecarrega o sistema de drenagem e provoca inundações indesejáveis nas áreas mais baixas da cidade.

inundacoes

A Praia de Boa Viagem é protegida por recifes naturais que atraem os tubarões para as barreiras, e as autoridades locais não recomendam o banho de mar nestes locais,  a fim de evitar o ataque dos tubarões. Segundo especialistas, os ataques de tubarão são resultado do impacto ambiental provocado pela construção do Porto de Suape, que exigiu o aterramento de dois estuários onde os tubarões-touro davam à luz.

praia-de-boa-viagem A cidade é considerada um dos mais importantes polos de tecnologia da informação do país reconhecido pela A. T. Kearny como o maior parque tecnológico do Brasil.

A festa mais popular da cidade é o carnaval que acontece nas ruas de Recife e Olinda com a passagem dos blocos carnavalescos e os bonecos gigantes que dançam ao som do frevo e do maracatu.

 bacalhau-do-batata

O centro da cidade de Recife concentra o maior conjunto arquitetônico e cultural do município. Recife também é conhecida como a “Capital Brasileira dos Naufrágios”, e atrai mergulhadores do mundo todo por sua rica vida marinha e suas águas calmas e cristalinas.

A capital pernambucana é também conhecida como a “Capital das Assombrações”, e possui um roteiro turístico chamado “Recife Mal Assombrado”, no qual se visita monumentos como a Cruz do Patrão, que segundo a tradição é o local mais mal-assombrado do Recife.

 cruz-do-patrao

Recife é um dos cinco patrimônios barrocos do Brasil e possui exemplares barrocos de excepcional importância, tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.

Licença Creative Commons
O trabalho Recife, a “Veneza Brasileira” de Marisa Fonseca Diniz está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://marisadiniz.wordpress.com/2017/02/23/recife-a-veneza-brasileira.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s