Os locais mais íngremes do mundo

Marisa Fonseca Diniz

Pessoas portadoras de acrofobia decididamente não podem passear em locais íngremes, pois o medo irracional de altura pode fazer com que muitas delas passem mal ou tenham algum surto de pavor. Os aventureiros que adoram adrenalina devem visitar todos os locais que despertem a curiosidade, e a sensação de bem estar devido os desafios que certos lugares podem proporcionar.

Nossa viagem começa pela as escadarias mais íngremes no mundo, que qualquer aventureiro com bom preparo físico deve conhecer.

montanha-na-na

É proibido olhar para baixo, suba sem pensar na altitude – Montana Hashan, China.

A montanha Huashan na China é conhecida por ter uma vista maravilhosa, e para chegar até o topo deve-se ter muita coragem, pois a trilha que leva ao ponto mais alto, além de perigosa é arrepiante a começar pelas íngremes escadas, que tiram o fôlego de qualquer mortal.

escada-de-jaco

Jacobs Ladder – Ilha de Santa Helena

Na Ilha de Santa Helena há a famosa Escada de Jacó construída no ano de 1829 com o propósito de ligar a cidade de Jamestown ao vale da colina de Ladder. São 699 degraus muito íngremes construídos a uma altura de 183 metros. Quem se habilita? Basta ter fôlego e subir correndo…

melkwegbridge

Aventura em atravessar o Canal de Noordhollandsch

A ponte de pedestres Melkwegbridge na Holanda passa por cima do Canal de Noordhollandsch e liga o centro histórico de Puermerend ao bairro de Weidevenne. A construção é fantástica apesar de íngreme, o arco atinge 12 metros de altura no ponto mais elevado para facilitar a passagem de grandes embarcações ao longo do canal.

takabisha-yamanashi-japao

Fuji-Q Highland – Yamanash, Japão

A montanha russa de Fuji-Q Highland na cidade de Yamanash no Japão é apenas para os viciados em adrenalina. Considerada a montanha russa mais inclinada do mundo com 141 metros verticais de queda livre de 121 graus, além de túneis e sete voltas em apenas 112 segundos de diversão e quase 2 km de pista, pura diversão. Vamos dar uma volta? 

baldwin-street

Baldwin Street, em Dunedin sul da Nova Zelândia

Imagine uma rua íngreme que começa com uma inclinação moderada e pode atingir 1 metro para cada 2,86 horizontais? É muito íngreme e dá a sensação de que estamos caindo visto do topo da rua, saiba que esta rua existe e fica localizada no sul da Nova Zelândia na cidade de Dunedin é a Baldwin Street.

Desde 1988 a rua é palco da Baldwin Street Gutbuster, que nada mais é do que uma corrida, onde vários atletas saem correndo desde a base da rua até o topo e vice-versa, apenas para saber quem faz mais rápido o percurso e em menor tempo.

Em 2008, o Record foi de 1:56, em 2001 uma jovem de 19 anos morreu quando juntamente com outro estudante tentaram rolar morro abaixo dentro de um latão. O infortúnio da aventura foi devido o latão ter batido de frente com um reboque. Em 2009, três homens foram presos por condução perigosa depois de descer a rua dentro de uma banheira rebocada por um carro, ou seja, a rua é sempre pouco de aventuras alucinadas, que nem sempre tem bons resultados.

rainbow-bridge

Rainbow Bridge

Olhando de frente, a Rainbow Bridge tem uma inclinação de assustar, a construção tem um vão principal de 210 m, e folga vertical de 54 m. A construção da ponte começou em 1936 e terminou em 1938, ela foi construída com esta altura para permitir a passagem de um navio específico, que era o navio mais alto da marinha Americana na época, o USS Patoka, mais ironicamente ele nunca passou ali embaixo da ponte.

ejima

Ponte Ejima – Japão

A ponte Ejima localizada no Japão é outra ponte íngreme de dar frio na barriga. Vista de longe dá a impressão que os carros vão despencar da ponte.

A ponte foi construída em 2004 e possui 44 metros de altura, porém é segura e confiável. O trânsito é intenso e podem assustar alguns motoristas, principalmente se tiverem que ficar parados na subida com um carro com câmbio manual.

Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.

Licença Creative Commons
O trabalho Os locais mais íngremes do mundo de Marisa Fonseca Diniz está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://marisadiniz.wordpress.com/2016/10/14/os-locais-mais-ingremes-do-mundo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s