As maravilhas do fundo do mar

Marisa Fonseca Diniz

A ciência que estuda o mundo subterrâneo natural, grutas, é conhecida como espeleogia. O estudo compreende áreas de conhecimento como a geologia, biologia, arqueologia, geografia, climatologia e a topografia.

O estudo geológico das grutas tem a finalidade de compreender os processos envolvidos na evolução dos fenômenos que causam o seu desaparecimento, assim como estudar a fauna do ambiente das cavernas para entender a adaptação dos seres vivos às diferentes condições do meio.

As grutas formam-se em todos os tipos de rochas, as mais belas grutas são formadas em rochas calcárias, mas as grutas de maior complexidade são aquelas formadas em rochas carbonatadas. As grutas podem ser classificadas em primárias e secundárias.

Grutas rochas calcárias

As grutas primárias podem ser formadas em rochas basálticas e em recifes de coral. As grutas secundárias resultam de processos de alteração química e mecânica nas rochas, onde os processos dependem também da ação da água e da gravidade.

No fundo do mar podem ser encontradas tanto as grutas formadas em recifes de coral como as grutas em glaciares. As grutas glaciares são formadas no interior dos glaciares que resultantes da passagem de canais de água liquida dentro das formações de gelo. As grutas são instáveis e têm um tempo de vida relativamente curto.

Grutas Glaciais

As grutas em coral formam-se a partir de espaços que permanecem durante o crescimento dos edifícios de coral, mas com poucas dimensões. As grutas marinhas formam-se em zonas de arriba e resultam da ação da erosão das ondas, que tendem a abrir cavidades nas rochas.

As grutas marinhas em geral, se desenvolvem em rochas sedimentares estratificadas, onde há alternância de camadas resistentes, e outras menos resistentes à erosão. A ação abrasiva do mar desgasta as camadas sedimentares menos resistentes criando espaços com diversas dimensões, mais conhecidas como grutas marinhas.

As grutas marinhas mais famosas no mundo são apreciadas por pessoas que praticam esportes aquáticos. Conheça as 5 mais belas grutas marinhas do mundo:

O Grande Buraco Azul (Belize’s Great Blue Hole): localizado no atol de recifes Lighthouse em Belize, que possui 300 m de diâmetro e 124 m de profundidade. A sua forma circular é quase perfeita, nada mais é do que um abismo de um relevo cárstico. Estes abismos aparecem após o desabamento do teto das cavidades subterrâneas cavadas pela água na rocha calcária. O Grande Buraco Azul formou-se durante a última glaciação, onde o nível do mar aumentou em centenas de metros, e atualmente é muito utilizado por mergulhadores do mundo todo.

Belize's Great Blue Hole_Mapa Great-Blue-Hole-Belize_1

Gruta de Fingal (Fingal’s Cave): é uma caverna do mar na ilha desabitada de Staffa, na Escócia e faz parte de uma Reserva Natural Nacional de propriedade da National Trust for Scotland. A gruta tem formato hexagonal articulado de colunas de basalto, onde a estrutura é semelhante à Calçada dos Gigantes na Irlanda do Norte. O teto da gruta é naturalmente arqueada devido as ondas terem esculpido as rochas, as ondas produzem sons misteriosos no interior da gruta devido o eco produzido.

Fingal's cave Fingal's cave_1

Ilhas dos Apóstolos (Apostle Islands): localizada no Lago Superior de Wisconsin nos EUA. As cavernas marinhas estão localizadas na região dos Grandes Lagos as margens nas Ilhas dos Apóstolos. Durante o inverno é possível ver as diversas esculturas formadas pelo gelo devido às formações rochosas terem sido escavadas pela água do mar ao longo dos séculos. As cachoeiras formadas pela água congelam e formam milhares de gotículas congeladas em seus arcos e câmaras.

Apostle Islands_1 Apostle Islands_Mapa

Gruta de Netuno (Neptuno Alghero): localizada no Golfo de Ponte Conte, na Sardenha. O acesso à gruta pode ser feita de barco ou a pé descendo 656 escadas esculpidas na parede rochosa que levam à entrada da gruta. A gruta de Netuno é iluminada e no interior há lagos, corredores, espaços amplos com estalactites e estalagmites.

Gruta de Netuno_1 Gurta de Netuno_2

Gruta Sea Lion: localizada no norte de Florença na costa do Oregon, EUA. A caverna é a morada de uma variedade de aves marinhas e  leões marinhos. O sistema de cavernas está no nível do mar e a caverna principal está no oceano com cerca de 2 hectares de comprimento e com uma cúpula de pedra arqueada com 38 m de altura. A abertura da câmara principal fica a 300 m do nível do mar, onde o corredor é inundado na maré alta e fica livre na maré baixa.

Sea Lion Cave Sea Lion Cave_2

Os artigos aqui publicados e este blog estão protegidos pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo os artigos aqui expostos, pois estão todos registrados.

Licença Creative Commons
O trabalho As maravilhas do fundo do mar de Marisa Fonseca Diniz está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://marisadiniz.wordpress.com/2014/06/02/as-maravilhas-do-fundo-do-mar/.

Anúncios

One thought on “As maravilhas do fundo do mar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s