Ciclovias que não levam a lugar nenhum

Por Marisa Fonseca Diniz

As ciclovias surgiram em 1862 na cidade de Paris eram caminhos especiais nos parques utilizados para os velocípedes. A ciclovia ou pista ciclável é um espaço destinado à circulação de bicicletas.

A ciclovia é uma ótima opção para o tráfego carregado das grandes cidades no mundo, pois além de fazer com que as pessoas tenham o gosto de se exercitarem, colabora para a diminuição da poluição do ar.

A Holanda é o país mais citado como exemplo de infraestrutura cicloviária, boa parte da população holandesa se utiliza desse meio de transporte. São mais de 20.000 quilômetros de ciclovias em todo país, e os motoristas são conscientes de que devem respeitar a sinalização em pró os ciclistas.

Aqui no Brasil esta consciência ainda é muito deficiente, pois os condutores de veículos motorizados invadem faixas exclusivas dos ciclistas causando diversos acidentes e mortes. O Código de Trânsito Brasileiro prevê a infraestrutura cicloviária necessária para o deslocamento dos ciclistas como ciclovias e ciclofaixas.

As melhores cidades do mundo para pedalar são Amsterdã (Holanda), Copenhagen (Dinamarca), Bogotá (Colômbia), Curitiba (Brasil), Montreal (Canadá), Portland (Estados Unidos), Brasiléia (Suíça), Barcelona (Espanha), Pequim (China) e Trondheim (Noruega).

As piores ciclovias do mundo, aquelas que não levam a lugar nenhum e que o ciclista precisa desviar de muros, escadas, ruas, árvores, e outros são:

As ciclovias da Bulgária  são um desafio e desrespeito aos ciclistas, veja as imagens:

bulgaria-ciclovia-008

bulgaria-ciclovia-005bulgaria-ciclovia-002

As ciclovias do Rio de Janeiro ligam nada a lugar nenhum, além de ser uma aventura trafegar por elas, há ciclovias que terminam o trajeto em um muro, aos mais desavisados é acidente na certa.

adminciclovia-botafogo_2

bota_ciclo

ciclovia-maracana_inacabada

Portugal não fica atrás, há placas indicando o local para os ciclistas trafegarem, porém os veículos estacionam no local. O pior mesmo são os ciclistas e cadeirantes trafegarem nas calçadas juntamente com os pedestres, e detalhe as pedras que calçam as calçadas estão todas soltas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

ciclovia em Lisboa

Quando for viajar e quiser aproveitar para visitar algumas cidades pedalando, visite antes o site:

http://www.cyclodeo.com

 

Licença Creative Commons
O trabalho Ciclovias que não levam a lugar nenhum de Marisa Fonseca Diniz foi licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em https://marisadiniz.wordpress.com/2013/07/28/ciclovias-que-nao-levam-a-lugar-nenhum.

Anúncios

2 thoughts on “Ciclovias que não levam a lugar nenhum

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s